Como instalar o Zabbix no Debian 10

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Há alguns dias foi lançado a nova versão da distribuição GNU/Linux Debian. Este artigo tem como objetivo simples, instruir você quanto em como instalar o zabbix no Debian 10.

Requesitos

Os requisitos para seguir este tutorial são básicos:

  • Uma máquina com sistema Debian 10
  • Acesso administrativo a este sistema
  • Acesso à internet

Direto ao assunto – Instalar pacotes Zabbix e Dependências

De posse do Shell, execute os comandos informados abaixo:

wget https://repo.zabbix.com/zabbix/4.0/debian/pool/main/z/zabbix-release/zabbix-release_4.0-2+buster_all.deb
dpkg -i zabbix-release_4.0-2+buster_all.deb
apt update
apt install mariadb-server zabbix-server-mysql zabbix-frontend-php zabbix-agent zabbix-get zabbix-sender

Criando Banco de Dados Zabbix e Usuário com Acesso

Agora, prepararemos a base de dados dentro do MySQL para que o Zabbix Server possa usá-lo para armazenamento da informação.

Abra o Shell do Debian e insira os seguintes comandos para criar a base de dados, criar usuários com senha ‘123456’ e posteriormente, damos a este usuário zabbix o acesso total a base de dados com nome zabbix.

Nota: os comandos a seguir devem ser executados com usuário super admin do sistema. Caso o usuário administrativo do seu SQL (root) possua senha cadastrada, basta inserir a senha anter do parâmetro “-e”:

mysql -u root -p'123456' -e "Query SQL a ser utilizada";

Caso sua instalação seja limpa, não precisa de entrar com a senha, pois o Debian, por padrão, cria o usuário ‘root’ do banco de dados sem senha.

Dando seguimento a nossa trilha, basta seguir os próximos comandos:

mysql -u root -e "create database zabbix character set utf8";
mysql -u root -e "create user 'zabbix'@'localhost' identified by '123456'";
mysql -u root -e "grant all privileges on zabbix.* to 'zabbix'@'localhost' with grant option";

Ajustes no Arquivo de Configuração do Zabbix Server

Nosso próximo passo será executar um pequeno ajuste no arquivo de configuração do Zabbix Server.

Abra para edição o arquivo “/etc/zabbix/zabbix_server.conf

nano /etc/zabbix/zabbix_server.conf

Procure pela linha que contenha o valor ‘#DBPassword=’, tal como a imagem a seguir:

Remova a cerquilha (#) do início da linha e insira a senha definida para acesso ao banco de dados para o usuário zabbix, que no nosso caso é ‘123456’. Tal como a imagem a seguir:

Após a edição do arquivo, salve e feche o mesmo.

Criando a Base de Dados do Zabbix

Nossa próxima etapa é criar toda a estrutura de tabelas e seus relacionamentos dentro do MySQL.

Para isso, utilizaremos um script SQL que já vem pronto na instalação com o seguinte comando:

zcat /usr/share/doc/zabbix-server-mysql/create.sql.gz | mysql -u root zabbix

Ao fim deste processo, o banco de dados zabbix já possuirá toda a estrutura necessária para uso do sistema.

Preparando o Servidor Web para o Zabbix Front End

Nesta etapa, realizaremos a configuração do servidor web Apache para que este levante o front end do Zabbix Server para que possamos administrar o sistema.

O que precisamos fazer é relativamente simples:

Remover o comentário de uma linha e definir o nosso timezone:

Conforme apresentado na imagem acima, o arquivo de configuração vem de forma genérica configurado para operar tanto com o PHP na versão 5 quanto na 7.

Esta versão do Debian (Buster/10) vem por padrão com a versão 7 do PHP. Logo, apenas precisaremos descomentar a linha referida pela seta na imagem removendo a cerquilha do início da linha (#) e em seguida, retirar o valor “Europa/Riga” que vem por padrão e inserir nosso próprio TimeZone.

No Brasil, os time zones mais utilizados são:

  • America/Recife
  • America/Sao_Paulo
  • America/Cuiaba
  • America/Manaus

Estes valores de time zone devem suprir a maior parte das necessidades de localidades do Brasil. Caso acredite que precisa usar outro e não sabe qual é, pode pesquisar no site do PHP os valores possíveis com o link a seguir:

https://php.net/manual/pt_BR/timezones.america.php

A imagem a seguir, mostra a configuração realizada para um ambiente instalado em Recife, Pernambuco, Brasil.

Após essa configuração ser realizada, salve e feche o arquivo.

Agora, precisamos recarregar o apache para que ele leia a configuração que alteramos e a carregue em memória. Use o seguinte comandos para isso:

systemctl restart apache2

Acessar o Front End do Zabbix

Agora que já configuramos o ambiente, apenas precisamos acessar o front end para corrermos com o restante da configuração.

Abra o navegador de internet e acesse o zabbix informando a URL formada por IP.do.Servidor.Zabbix/zabbix

Em nosso laboratório, estamos instalando no próprio Desktop, logo, podemos usar o endereço 127.0.0.1

Ao abrir a tela inicial, clique em “Next step”.

Na próxima tela é feita toda a checagem de dependências para que o front end funcione corretamente. Se você seguiu os passos até aqui, não terá problemas. Basta clicar em “Next step” novamente.

Na próxima tela, insira a senha de acesso ao banco de dados e clique novamente em “Next step”

Nas próximas 2 telas que se seguem, basta clicar em avançar clicando em “Next step” e na terceira, clique em “Finish” para encerrarmos o processo.

Agora, basta inserir usuário e senha padrão do sistema para acessar e começar a brincadeira.

Usuário: Admin

Senha: zabbix

Espero que tenham curtido e que lhe seja útil essa instrução.

Grande abraço a todos!

Quer receber nossas atualizações com conteúdos exclusivos?

Deixe seu contato

Mais artigos para você explorar

ITIL 4 na Gestão de Serviços de TI
GSTI

ITIL 4 na Gestão de Serviços de TI

Confira as principais características da ITIL®4. No dia 1º de Junho de 2020, fomos motivados por um grande volume de pedidos da comunidade que frequenta nossos sites, tanto Verdanatech, quanto Verdanadesk além de comunidades relacionadas ao sistema GLPi e Gestão de Serviços em TI.

GLPi e implantação com Verdanadesk
GLPI

Implantação GLPi com Verdanadesk

No dia 17 de junho, foi o dia de mais um webinar da Verdanatech. O tema abordado dessa vez foi a ferramenta GLPi e Implantação com Verdanadesk, metodologia criada por nós para garantir uma menor curva de implantação e maior garantia de sucesso no processo de estruturação da Central de Serviço de nossos Clientes.
Confira aqui o webinar na íntegra!