Aprenda a instalar o Zabbix Server passo a passo

zabbix Verdanatech
zabbix Verdanatech

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Aprenda a instalar o maior e melhor sistema de monitoramento do mundo, o Zabbix. Com este post cuidadosamente escrito e explicado, você vai do Zero ao monitoramento em 30 minutos.

Agora que somos Parceiros Oficiais Zabbix, é hora de expandir os horizontes e começarmos a liberar artigos, conteúdos e serviços relacionados a Monitoramento/Gerenciamento de Redes e Serviços que estavam hibernando por aqui. Neste artigo aprenderemos como instalar o Zabbix Server, o maior e melhor sistema de Monitoramento de Redes e Serviços do mundo, deixando-o pronto para uso em nosso ambiente e assim começarmos a dar o próximo passo em nosso gerenciamento de Serviços.

Pré-requisitos para instalar o Zabbix Server com este Post

Como pré-requisito para execução do procedimento descrito neste Post, precisamos que você assegure os seguintes itens:

Tenha isso como o nosso ANS/SLA (Acordo de Nível de Serviços). Garantimos a você que o procedimento funcionará mas, caso algum dos itens citados anteriormente não sejam possíveis de serem atendidos, não teremos como garantir o sucesso!

Se ligue me nosso conteúdo sobre Gestão de Serviços e aprenda a não mais ser refém da falta de Acordos de Nível de Serviço!

Processo de instalação do Zabbix Server

A seguir, forneceremos todos os passos necessários para a instalação do Zabbix Server em um servidor GNU/Linux Debian 10. É imprescindível que você siga à risca todos os passos e inclusive na ordem em que se encontram.

NOTAS:

  • Várias partes deste Post foram retirados diretamente do site zabbix.com, mas claro que foram temperados com nosso jeito de fazer e explicar.
  • Sempre que necessário, nós traremos o maior nível de comentário possível para instruí-lo sobre o que está sendo feito.

Primeiro Passo, acessando o sistema e virando ROOT

Nosso primeiro passo será entrarmos no sistema com a conta de usuário root ou, caso tenhamos entrado com outro login, nos transformar em root através do comando “su -“.

#
# Virar o root (super administrador)
#
su -

Elevando o nível de acesso no Terminal Linux via ‘su’

Certifique-se de que o símbolo ao fim do prompt tenha se transformado em uma cerquilha (#) ou, jogo da velha se preferir 😉

Segundo Passo, preparando o ambiente

Entendendo que estamos com uma máquina limpa, apenas com os pacotes básicos e que faremos apenas uma instalação básica do serviço de monitoramento Zabbix dedicada a estudos da ferramenta, faremos a instalação de todo ambiente (zabbix-server, zabbix-frontend e Banco de Dados Zabbix) na mesma máquina.

Logo, prepararemos o sistema operacional com Servidor WEB Apache e PHP para entregar o Frontend do sistema e o Banco de Dados MySQL para armazenar os dados.

Instalando Apache, PHP7 e MySQL

Para instalar os serviços que são pré-requisitos para o Zabbix, execute no terminal os seguintes comandos:

#
# Adiciona repositórios Debian
#
echo "deb http://ftp.de.debian.org/debian buster main" > /etc/apt/sources.list

#
# Atualiza Lista de Pacotes disponíveis
#
apt update

#
# Atualiza pacotes para versões mais atuais no repositório
#
apt upgrade

#
# Instala pacotes necessários para o frontend (serviço web) e backend (serviço MySQL)
#
apt install -y apache2 libapache2-mod-php7.3 mariadb-server php-soap php-cas php7.3 php7.3-{apcu,cli,common,curl,gd,imap,ldap,mysql,xmlrpc,xml,mbstring,bcmath,intl,zip,bz2}

#
# Instala ferramentas extras
#
apt install -y xz-utils bsdtar bzip2 unzip curl snmp telnet 

Instalando o Zabbix no Debian 10

Neste procedimento, realizaremos a instalação do Serviço Zabbix por meio do Gerenciador de Pacotes do Debian. Porém, para isso, precisaremos adicionar ao nosso Servidor, o repositório oficial do Zabbix que é oferecido e mantido pela própria Zabbix SIA.

NOTA

No site do Zabbix existem várias versões para download, inclusive mais nova que esta que estamos apresentando. Porém, esta é a versão LTS (Long-term support / suporte de longo prazo) mais recente, trazendo a garantia de que não terá dor de cabeça ao utilizar em um ambiente de produção e ainda terá recursos modernos disponíveis.

Para realizar a instalação do Zabbix, basta executar os comandos a seguir:

# 
# Entrando no diretório Temporário do S.O.
#
cd /tmp

#
# Baixando pacote de repositório Oficial
#
wget https://repo.zabbix.com/zabbix/5.0/debian/pool/main/z/zabbix-release/zabbix-release_5.0-1+buster_all.deb

#
# Instalando pacote do repositório
#
dpkg -i zabbix-release_5.0-1+buster_all.deb

#
# Atualizando lista de pacotes disponíveis
#
apt update 

Feito isso, já temos então o repositório Zabbix Oficial instalado e configurado em nosso Sistema, bastando agora, realizarmos a instalação dos pacotes do Zabbix via apt:

#
# Instalando o Zabbix Agent, Server e Frontend
#
apt install zabbix-server-mysql zabbix-frontend-php zabbix-apache-conf zabbix-agent

Esperamos estar indo bem até o momento!

Preparando o Banco de Dados

Recapitulando!

Tudo que fizemos até o momento foi:

  • Ajuste de repositórios
  • Instalação do servidor web Apache com suporte a PHP
  • Instalação do serviço de Banco de Dados MySQL
  • e, por fim, instalação do Zabbix Server com suporte a MySQL que roda como um Daemon, Zabbix Frontedn que é a página de administração do Zabbix Server, e o Zabbix Agent que é o agente do Zabbix para monitorar o próprio servidor.

Porém, o Servidor Zabbix é uma espécie de concentrador de Dados. Todos os Ativos e Serviços são monitorados por meio de coleta de dados e estes dados precisam ser armazenados em um Banco de Dados para serem consultados sempre que quisermos ou até mesmo para compor dados estatísticos. Outra item importante a ser dito é que as nossas parametrizações também ficam salvas neste mesmo Banco de Dados.

Já temos o MySQL a essa altura configurado como serviço e rodando. Mas, chegou a hora de criarmos uma Base de Dados para o Serviço Zabbix que estamos subindo.

Esta base de dados precisará de um usuário e uma senha para poder se conectar, criar e atualizar itens. Para isso, vamos então executar os seguintes comandos:

#
# Criando base de dados zabbix
#
mysql -e "create database zabbix character set utf8 collate utf8_bin"
 
#
# Criando usuário zabbix
#
mysql -e "create user 'zabbix'@'localhost' identified by '123456'"
 
#
# Dando privilégios ao usuário zabbix para manipular a base de dados zabbix
#
mysql -e "grant all privileges on zabbix.* to 'zabbix'@'localhost' with grant option";

Ok!

Temos então nosso Banco de dados com o nome zabbix, um usuário chamado zabbix com acesso apenas a localhost (não entraremos em detalhes sobre isso neste Post) e uma senha ‘123456’. Este usuário possui todos os privilégios nessa Base de Dados.

Mas, algo muito importante ainda falta!

O que temos é apenas um Banco de Dados vazio e um usuário com acesso a ele. Falta para podermos rodar o Zabbix que essa base de dados seja devidamente estruturada com suas tabelas e colunas. Para isso, durante a instalação, é criado um esquema de banco de dados para que o utilizemos para dar o pontapé inicial em nosso Banco de dados. Tudo que precisamos fazer é usá-lo conforme o comando a seguir:

#
# Populando base de dados zabbix
#
zcat /usr/share/doc/zabbix-server-mysql*/create.sql.gz | mysql zabbix

Feito isso, já teremos o nosso banco de dados pronto e apenas aguardando a conexão do sistema Zabbix.

Configurando o arquivo zabbix_server.conf

Quando fizemos a instalação, como padrão em sistemas Unix-LIKE, foram criados arquivos de configuração dentro do diretório “/etc/zabbix”. O arquivo “/etc/zabbix/zabbix_server.conf” é o arquivo responsável pela configuração do backend zabbix, o Zabbix Server.

Este arquivo é muito extenso porém, muito bem documentado também. As linhas iniciadas com o símbolo de cerquilha ( # ) ou hashtag para os mais novos, são apenas comentários e não são considerados como configuração válida para o servidor. Muitas linhas estão ali apenas para orientá-lo sobre as possibilidades de configuração.

No LINK a seguir, está o Manual Oficial do Zabbix, contendo todas as opções deste arquivo de configuração:

Manual do Zabbix

Como nosso propósito aqui é apenas levantarmos um laboratório, seremos bem direto ao que precisamos alterar e quais valores devemos inserir:

#
# Abra o arquivo para edição
#
nano /etc/zabbix/zabbix_server.conf

Neste arquivo, procure pelo texto DBPassword. Você pode usar o atalho do editor “nano” para pesquisar: CTRL + W

Arquivo de configuração zabbix_server.conf antes da inserção de senha

Remova a cerquilha ( # ) do início da linha e, após o sinal de igualdade ( = ) adicione a senha que criamos: 123456

Finalizada a alteração, salve o arquivo e reinicie o serviço zabbix-server:

#
# Reinicia o serviço Zabbix já com as novas configurações
#
systemctl restart zabbix-server

Ajustando o TimeZone do Frontend

Backend rodando show de bola. Agora nos falta fazer o frontend ficar 100% para podermos administrar nosso serviço de monitoramento com Zabbix.

O próximo passo será ajustar o Timezone do frontend do Zabbix. Para isso, abra o seguinte arquivo para edição:

#
# Editar configurações do site zabbix
#
nano /etc/zabbix/apache.conf

Arquivo apache.conf anter da alteração

Procure pela sessão de configuração do PHP7 (podemos neste caso ignorar a PHP5). Em sua última entrada, temos a definição de Timezone para o frontend. Porém, esta está comentada e setada como “Europa/Riga“.

Descomente essa configuração removendo a cerquilha ( # ) do início da linha e remova o conteúdo referente ao timezone europeu, deixando-o com o timezone mais adequado para você. Nós utilizaremos o America/Recife. Você pode consultar a lista completa de timezones do PHP através deste LINK.

Ao fim, o arquivo deve ficar parecido com o abaixo:

Arquivo apache.conf pós configuração

Terminado este ajuste, grave as mudanças no arquivo e reinicie o servidor Apache:

#
# Reinicia o servidor apache
#
systemctl restart apache2

Finalizando a instalação pela interface Web

Agora, nosso objetivo avança para cima do frontend. Precisamos acessá-lo e finalizar a configuração.

Precisamos saber qual o endereço do nosso servidor neste momento. Para isso, podemos usar o seguinte comando:

#
# Descubra qual o endereço IP de seu servidor
#
hostname -I

Agora que já sabe qual o endereço IP está usando no seu Servidor, você pode acessá-lo a partir do navegador de sua preferência, no conforto de seu Desktop.

Use o endereço baseado no exemplo a seguir:

http://ENDEREÇO_IP/zabbix

Você será redirecionado para a tela de setup do Zabbix Frontend. Apenas clique em “Next step” (próximo passo).

Setup da instalação do Zabbix

Agora, o sistema fará uma análise para validar que todos os requisitos foram perfeitamente atendidos. Claro que, se você seguiu todos os passos até este momento, estará tudo em ordem. Basta clicar em “Next step”.

Caso tenha algum requisito não atendido, retorne todo o processo e analise passo a passo o que pode ter passado. Se estiver começando a aprender Linux e/ou Zabbix, sugerimos que exclua seu projeto e comece do Zero com bastante atenção para não deixar nada passar. Te garantimos que, se seguir à risca todos os passos, não terá problema.

Checagem de pré-requisitos

Na próxima tela, o Zabbix Frontend solicita que sejam fornecidos os dados de conexão com o Banco de Dados a ser utilizado. Sim! Aqueles dados lá do início. É justamente pelo Banco de Dados que o Zabbix Backend e o Zabbix Frontend “trocam figurinhas”!

Insira então os dados conforme segue:

  • Tipo de Banco de Dados: MySQL
  • Servidor de Banco de Dados: localhost
  • Porta do Banco de Dados: 0
  • Nome do Banco de dados: zabbix
  • Usuário: zabbix
  • Senha: 123456
Configuração de Dados do Banco de Dados

Na próxima página, serão solicitados detalhes sobre o “Zabbix Server”. Você pode simplesmente deixar como está e clicar em “Next step”.

Dados do Zabbix Server

Agora, uma tela com todo o sumário da instalação será exibida. Estando tudo certo, apenas clique em “Next step”.

Sumário de pré-instalação do Zabbix Frontend

Finalmente, uma mensagem de “Felicitações” é exibida para nós confirmando que o Zabbix Frontend foi configurado com sucesso.

Corra e clique em “Finish” sem sequer olhar para trás!

Informação de Zabbix Frontend configurado com sucesso

Para nossa alegria, a tão sonhada tela de Login é finalmente exibida.

Tela de login do Zabbix Frontend

O primeiro Login no Zabbix Frontend

Quando criamos a base de dados Zabbix, o script se incumbiu de criar um usuário administrador para nós.

As credenciais de acesso são:

  • User: Admin
  • Pass: zabbix

Esta é a credencial padrão do Zabbix ao ser instalado. É importante ressaltar que o login Admin é com o A maiúsculo e não minúsculo.

Dash board padrão do Zabbix Frontend

Conclusão

Foi uma jornada um tanto quanto cansativa. Temos total conhecimento disso. Subir um servidor Zabbix não é a coisa mais simples do mundo mas, nossos esforços foi para mostrar que também está muito longe de ser a mais difícil de todas.

Esperamos que tenha curtido este conteúdo assim como curtimos criá-lo para você.

Fique atento, em breve teremos mais e mais conteúdos para você dar o seu #proximoPasso. Grande abraço, paz e sucesso!

Deixe o seu comentário

Quer receber nossas atualizações com conteúdos exclusivos?

Deixe seu contato

Mais artigos para você explorar

Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos

Como Gerenciar Projetos no GLPi

Aprenda a Gerenciar Projetos no GLPi de forma rápida e fácil usando conceitos do PMBOK, PMC (Project Model Canvas) e Verdanadesk.

GLPI

Como Fazer Backup do GLPi

Aprenda como fazer backup do GLPi de forma simples, rápida e com um nível mínimo de garantia.
Por que realizar backup?
Tão importante quanto ter um sistema de Gestão de Serviços operando, é garantir que ele esteja de fato disponível sempre que necessário e que possa ter ainda a capacidade de ser recuperado em caso de desastres.